Autoconhecimento Para jogadores Para mestres

Criando seu MBTI: o Retorno – Os Sentinelas

Já teve aquela sensação de déjà vu de ter lido um certo artigo sobre desenvolvimento do seu personagem de RPG em uma futura mesa, mas você acabou não se identificando com nenhumas das ideias apresentadas anteriormente? Não tema, caro leitor, estamos aqui para te ajudar a solucionar problemas (e, talvez, criar problemas novos). Se o crossover RPGxMBTI não te traz nada da memória, recomendo checar a parte 1 deste artigo onde eu inclusive explico o que é MBTI e apresento o grupo dos Diplomatas: Começando 2022 de Personalidade Nova – criando seu MBTI – Nuckturp
Por hora, daremos continuidade apresentando o segundo grupo de personalidades dessa empreitada. Tudo pronto?

Líderes Natos

Como já discutimos, aqui estamos tratando sobre personagens de maneira mais profunda, adentrando seu comportamento e seus gostos pessoais para inseri-los em padrões de personalidade. Neste artigo, vamos falar daqueles conhecidos como Sentinelas, representados pela cor azul, são pessoas que buscam ao máximo ordem e estabilidade dentro de seu círculo social. São cooperativas e práticas, exercendo um papel de trabalho em equipe de grande esforço, especialmente quando possui seu próprio objetivo a ser alcançado, levando em consideração as metas daqueles ao seu redor também. São os líderes ou administradores que evitam conflito a todo custo, extremamente realistas, mas com certa dificuldade de aceitar um ponto de vista diferente do seu. Fazem parte desse conjunto o Cônsul, o Executivo, o Defensor e o Logístico.

Sentinelas por 16Personalities

Negócios de Família

Supondo que seu protagonista seja o capitão do time de futebol da escola ou presidenta do clube de ciências, aquele que vai levar toda sua equipe para a vitória, especialmente para ser honrado por seus esforços. Os Consultores, ou ESFJs, crescem apoiando seus amigos e entes queridos em reuniões sociais, fazendo de tudo para que todos estejam felizes. Focados em questões concretas e práticas, sempre usando seus poderes para o bem, mas também tirando proveito das situações para melhorar seu status social e manter o controle do que acontece em seu entorno. São o total oposto dos idealistas, pois medirão sua bússola a partir de leis e tradições já estabelecidas, negando moralidade e experiências pessoais. Como exemplos temos Dean Winchester de Supernatural, Mônica Geller de Friends e nosso querido Bob Esponja.

Dean Winchester por Zoe Toon

São personagens que gostam de estar à disposição daqueles que os valorizam e são ótimos parceiros, tendo respeito pela organização e a hierarquia do ambiente em que estão presentes, mas são bastante conflituosos, preferindo eventos planejados e se magoando facilmente quando suas ideias são rejeitadas ou não são nomeados gerente do Siri Cascudo.

Sigam-me os Bons

Tradição e ordem são os elementos mais importantes para um personagem criado dentro da caixinha do Executivo, o ESTJ, cumprindo sempre com o socialmente aceitável, dentre o certo e o errado, para manter a união de seu grupo. Eles são ótimos conselheiros, valorizadores da honestidade e da dignidade e se sentem orgulhosos quando prestam um papel de cupido em seu meio social. Frequentemente, contemplam os cargos mais altos de liderança, tanto política quanto empresarial, por considerarem que respeito é algo que se conquista ao demonstrar dedicação, caráter e resultados. Nossos três exemplos da vez são Capitão Hector Barbossa de Piratas do Caribe, o presidente Coriolanus Snow de Jogos Vorazes e Boromir de Senhor dos Anéis.

Capitão Barbossa do Pérola Negra por Lukas Kutschera

A dificuldade do personagem rondaria sua desconfiança contra seus subordinados ou aqueles que o cercam, abrindo a possibilidade de serem traídos por incompetência ou preguiça, deixando-os instáveis emocionalmente e aguçando sua teimosia, deixando ainda mais provável que um colapso no sistema aconteça por culpa de uma garota e um montinho de frutinhas venenosas.

Fiel Escudeiro

Chegamos na classe dos curandeiros, clérigos, enfermeiros e afins da nossa imensa lista: o Defensor, ou ISFJ. Esses personagens assumem arduamente o compromisso e responsabilidade de cuidar daqueles ao seu redor, fazendo ou não parte de seu círculo social, chegando a exceder as expectativas das pessoas. Mesmo sendo uma personalidade introvertida, são naturalmente sociais, lembrando dos menores detalhes de cada pessoa com quem têm contato e sabendo escolher o melhor para agradar quem estão mais próximos de si. São verdadeiros, profundos e tocam o coração de qualquer um como Steve Rogers em Capitão América, Triss Merigold de The Witcher e Doutor Watson de Sherlock Holmes.

Steve Rogers como Capitão América por Andrew Hunt

Mesmo fazendo tudo de coração, esses personagens possuem grande dificuldade em terem seu trabalho reconhecido e acabam enfrentando um dilema, se sentindo culpados por receberem totalmente os créditos por um trabalho em equipe. Muitos também podem acabar se aproveitando de sua boa vontade e até arrastá-lo para mais uma investigação no submundo de Londres por não saber dizer não.

Pensar antes de Agir

Se até aqui nenhum personagem despertou seu interesse, vamos tentar mais uma vez. O núcleo vital de muitos grupos de amigos ou familiares, são os órgãos reguladores de um sistema que precisa ser mantido em funcionamento, realizando suas tarefas com imensa precisão e paciência, mantendo um certo nível de perfeccionismo. O ISTJ, conhecido como Logístico, não gostam de perder tempo com besteiras e coisas que os desviarão de seu objetivo principal, sendo ótimos estrategistas, observadores e os melhores para lidar com situações avessas repentinas até mesmo sob pressão. Mesmo autônomos e autossuficientes para a maioria das missões que têm a postos, acabam se afiliando à pessoas de maior reputação para garantir confiança em si dos outros. Alguns dos cérebros mais conhecidos dessa personalidade são Hermione Granger de Harry Potter, Thorin de O Hobbit e James (Jim) Gordon de Batman.

Hermione Granger por Catherine Nechiporenko

Sua melhor habilidade também é sua maior fraqueza, levando em consideração que sua dedicação para que tudo sempre saia perfeito e de acordo com seus planos, muitos tendem a se frustrar ou se sobrecarregar, pegando para si o fardo e a responsabilidade alheios na confiança de que podem dar conta do mundo assim como nossa bruxa mais inteligente que já pisou em Hogwarts.

Próximos Capítulos…

Chegamos na metade de nossa incrível jornada de autoconhecimento e desenvolvimento de nossos personagens mais profundos e criados com maior zelo do que nunca. Se você ainda não sabe o seu tipo de personalidade, não esqueça de fazer o teste no site Teste Gratuito de Personalidade | 16Personalities e já dar aquela checada se você já passou pelas oito personalidades apresentadas até aqui. Inclusive, conta nos comentários para a gente acompanhar os resultados. Se não, acalma seu coração que logo mais teremos as próximas oito chegando fresquinhas e recheadas de personagens e ideias incríveis para você se identificar com o seu jeitinho. No mais, agradeço a todos os leitores e nos vemos na parte 3!

Myst em câmbio e desligo.